Sexta, 18 de Setembro de 2020
43 99124-9171
Geral CONUNTURA

Boletim destaca Valor Bruto da Produção agropecuária paranaense

Documento publicado semanalmente pelo Deral aborda diversas culturas paranaenses dentro da perspectiva do último levantamento do Valor Bruto da Produção (VBP)

14/08/2020 12h56 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Fonte: Da Agência Estadual
AEN
AEN

O Boletim Semanal de Conjuntura, referente à semana de 9 a 14 de agosto, destaca nesta sexta-feira (14) o Valor Bruto da Produção (VBP) paranaense de 2019, que fechou em R$ 97,7 bilhões. O boletim é elaborado por técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná,

O VBP é um índice de frequência anual, calculado com base na produção agrícola municipal e nos preços recebidos pelos produtores paranaenses.

Ele engloba cerca de 350 produtos da agricultura, pecuária, silvicultura, extrativismo vegetal, olericultura, fruticultura, plantas aromáticas, medicinais e ornamentais, pesca, entre outros.

A produção de grãos, cereais e proteínas animais, em que o Paraná tem mostrado cada vez mais projeção, contribuem com os principais indicadores para a formação do VBP. No entanto, outros setores da agropecuária paranaense também dão a sua contribuição.

O boletim desta semana, ao abordar a fruticultura, diz que sua participação na formação do valor tem variado conforme os anos, posicionando-se entre 1% e 2%. Como exemplo, cita a safra 96/97, quando o peso do setor foi de 2,6%. No último índice, no entanto, ficou em 1,6%, gerando um volume financeiro de R$ 1,6 bilhão. Entre as principais frutas, o destaque é o segmento da citricultura.

GRÃOS - A soja gerou valor de R$ 19,9 bilhões no VBP paranaense, garantindo-se como o produto com maior participação, fechando em cerca de 20%, ainda que o clima tenha afetado a cultura na safra 2018/2019. O trigo, por sua vez, volta o olhar para o futuro. O déficit hídrico não é favorável. O desenvolvimento das lavouras, que tinham porcentual de 88% em condições boas na semana passada, baixou agora para 83%.

O milho, que também tem participação significativa na formação do VBP paranaense, conseguiu avançar a passos largos em termos de colheita. Da segunda safra, já foram colhidos 51% da área total de 2,3 milhões de hectares e a produtividade é de 5.100 quilos por hectare. O preço também tem sido atrativo para o produtor.

CAFÉ - Nesta semana, seguindo a tendência dos últimos dias, com clima quente e seco, foi possível caminhar rapidamente na colheita do café, que já atingiu 92% da área. As condições climáticas contribuem, ainda, para melhoria da qualidade dos grãos em termos de bebida.

O boletim traz também informações sobre as perspectivas para a produção brasileira de feijão e de mandioca. Em relação à suinocultura e à pecuária e avicultura de corte, a análise centra-se mais sobre a questão de mercado.

O documento analisa, ainda, a situação do gengibre, que é cultivado em 122 hectares e produz 1.322 toneladas no Estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Santo Antônio da Platina - PR
Atualizado às 13h05 - Fonte: Climatempo
31°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 34°

29° Sensação
17.3 km/h Vento
22.8% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (19/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (20/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens