Segunda, 18 de Janeiro de 2021
43 99124-9171
Cidades POLÊMICA

Zona Azul gera inúmeras reclamações em Santo Antônio da Platina

Motoristas alegam falta de orientação e contestam multa aplicada por agentes

08/01/2021 18h51 Atualizada há 1 semana
Por: Redação Fonte: Luiz Guilherme Bannwart
Motoristas cobram orientação e contestam multa aplicada por pós-uso do estacionamento rotativo - Foto: Antônio de Picolli
Motoristas cobram orientação e contestam multa aplicada por pós-uso do estacionamento rotativo - Foto: Antônio de Picolli

A tão cobrada reativação da Zona Azul em Santo Antônio da Platina, para solucionar o problema crônico de falta de vagas para estacionar na área central da cidade, tornou-se um grande problema aos motoristas. As reclamações são inúmeras e têm sido objeto de muita discussão nas redes sociais, onde o assunto é tratado como ‘indústria da multa’.

Os usuários reconhecem a importância da Zona Azul, mas discordam da maneira como o serviço funciona desde a sua reativação, em dezembro do ano passado. Falta de orientação aos motoristas por parte dos agentes (e de educação por alguns deles), divulgação sobre os valores praticados e locais para compra do ticket, explicações sobre o funcionamento do aplicativo, mas principalmente a cobrança da tarifa pós-uso do estacionamento rotativo no valor de R$ 20,00 são as principais reclamações dos motoristas.

É o caso do técnico de enfermagem Kleber Garcia, 34 anos, que nesta sexta-feira (8) foi surpreendido com uma multa fixada no limpador de para-brisa de seu carro 15 minutos depois de estacionar na rua Rui Barbosa para ir a uma loja. “Quando eu estacionei não havia nenhum agente da Zona Azul na rua. Ao retornar eu vi a moça do estacionamento na calçada e fui até ela para pagar pelo serviço, mas fui informado que havia um papel no vidro do meu carro e que eu deveria lê-lo, e que havendo dúvidas ela me esclareceria. Era uma multa no valor de R$ 20,00”, disse Garcia.

Ele tentou justificar à agente que não mora em Santo Antônio da Platina e desconhecia o funcionamento do estacionamento rotativo na cidade, mas, segundo alega, ‘a funcionária foi sem educação’ e ele acabou pagando a ela o valor cobrado por pós-uso do estacionamento rotativo. “Questionei se teria os R$ 20,00 pagos pela multa convertidos em horas disponíveis para estacionamento, e a resposta foi, não. A moça me deu um comprovante de pagamento em nome Bruno Henrique e disse que se estacionasse em outro lugar teria que pagar nova taxa, conforme o tempo necessário para utilização do espaço”, explica.

Kleber mora em Jacarezinho, onde há tolerância de tempo para cobrança do estacionamento, feita diretamente pelos agentes da Zona Azul e sem aplicação de multa pós-uso do espaço. “O problema não está no fato da cobrança ser digital ou no valor pela hora utilizada, mas sim na falta de orientação aos motoristas, esclarecimento por parte dos agentes e na cobrança desta multa. A minha opinião é que eles deveriam notificar o motorista para o pagamento das horas utilizadas invés da aplicação da multa, que é muito mais vantajosa para a empresa que responsável pelo serviço”, conclui.

O debate ganhou força em grupos do WhatsApp e redes sociais. Os moradores concordam com a cobrança da Zona Azul e reconhecem a importância do serviço ao município, porém cobram mudança imediata na forma da aplicação da multa aos ‘infratores’, que só deve ocorrer caso o motorista descumpra prazo estimulado para pagamento da tarifa do estacionamento rotativo.

Outro lado

A G2 Empreendimentos e Logística Ltda, empresa responsável pela Zona Azul em Santo Antônio da Platina, esclarece que antes da aplicabilidade das normas municipais de estacionamento rotativo foi realizado, durante período de quase um mês, orientação nas ruas, utilizando inclusive multa educativa.

De acordo com a G2 Empreendimentos e Logística Ltda existem quatro opções de pagamento da tarifa do estacionamento rotativo: lojas autorizadas, parquímetros, o próprio funcionário amarelinho e por meio do aplicativo Pare Fácil, que pode ser baixado por meio do endereço eletrônico https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.sistemaexpert.parefacil

A G2 Empreendimentos e Logística Ltda esclarece ainda que, embora tenha a opção das lojas e parquimetro, se estiver longe o motorista corre o risco de ser autuado nesse intervalo de tempo para aquisição do ticket, pois o funcionário não tem como saber o tempo que o veículo está parado. Portanto, a orientação é para que o motorista não deixe o veículo antes de pagar pelo estacionamento. 

Entretanto, o mais prático e fácil, conforme a G2, é o App Pare Fácil, pois toda vez que o motorista estaciona o carro ele aciona o serviço pelo aplicativo evitando o problema de pagamento da tarifa.

Multa

A multa está fixada em R$ 20,00, sendo possível utilizar R$ 10,00 em estacionamento e os outros R$ 10,00 revertidos para o Fundo Municipal de Trânsito para melhorias em sinalização viária.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Santo Antônio da Platina - PR
Atualizado às 11h00 - Fonte: Climatempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 22° Máx. 28°

25° Sensação
14.8 km/h Vento
65.1% Umidade do ar
90% (40mm) Chance de chuva
Amanhã (19/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 26°

Sol com muitas nuvens e chuva
Quarta (20/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 27°

Sol com muitas nuvens e chuva