Supermercado Real POP UP 2
Lettech 970x90
LUIZINHO AR CONDICIONADO 970X90
CURITIBA

Mais de 60 cães são apreendidos em rede de pet shops suspeita de maus-tratos

Os cachorros resgatados da rede de pet shops suspeita de maus-tratos em Curitiba deverão ir para adoção; a emissão de pedigrees falsos também é investigada

13/08/2019 17h26
Por: Redação
Fonte: Por Caroline Berticelli com Polícia Civil
A POLÍCIA CHEGOU ATÉ A REDE DE PET SHOPS SUSPEITA DE MAUS-TRATOS APÓS UMA DENÚNCIA. (FOTO: DIVULGAÇÃO/POLÍCIA CIVIL)
A POLÍCIA CHEGOU ATÉ A REDE DE PET SHOPS SUSPEITA DE MAUS-TRATOS APÓS UMA DENÚNCIA. (FOTO: DIVULGAÇÃO/POLÍCIA CIVIL)

Mais de 60 cachorros foram apreendidos pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (13), durante uma operação que apura a suspeita de que uma rede de pet shops vinha praticando maus-tratos aos animais na Grande Curitiba.

A empresa atua na venda de filhotes de cães de raça, tem canil e clínica veterinária. A operação foi realizada em Curitiba e em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. 

O três proprietários foram encaminhados à delegacia, atuados por maus-tratos e liberados na sequência.

Polícia investiga rede de pet shops na Grande Curitiba

 

Conforme o delegado Matheus Laiola, a investigação começou há três meses após ex-funcionários da rede de pet shops denunciarem a situação. “A gente tem a oitiva de diversos funcionários e também de eventuais vítimas dizendo que como funcionava uma clínica 24h, esses animais passaram um grande tempo sem a devida alimentação e hidratação. Nós estamos colhendo informações para ver se se confirma”, explicou.  

Os maus-tratos na rede de pet shops na Grande Curitiba foram comprovados e, por isso, os animais foram recolhidos. O delegado pontuou que eles eram submetidos a condições degradantes de sobrevivência, passando finais de semana sem alimentação e higiene adequada, além de apresentarem doenças que não eram tratadas. 

Agora, todos foram encaminhados para uma instituição e após um procedimentos de triagem deverão ser colocados para doação. 

Pedigree falso na Grande Curitiba

Também conforme Laiola, os animais vendidos pela rede de pet shops investigada possuíam pedigrees falsos, pois foram constatadas irregularidades por parte da emissão do documento na empresa responsável. O local também foi alvo de mandado de busca e apreensão nesta terça-feira. 

“Pelo o que nós apuramos até o momento, essa empresa não seguia as normas previstas para a expedição do pedigree. Porque para você emitir pedigree você tem que ter contato com o animal e verificar se realmente ele tem as características da raça, analisar a ninhada, o pai e a mãe desses animais para ver se realmente procede essa pureza. Pelo o que nós levantamos até o momento, não havia esse controle, muitos pedigrees eram emitidos e eram encaminhados sem o contato com o animal, ou seja, a pessoa conseguia isso por um mero contato telefônico”, disse o delegado.  

 

O delegado explicou que ainda não possível afirmar se os proprietários da rede de pet shops estavam cientes da situação irregular dos pedigrees, mas que isso configura crime contra a relação de consumo e tudo será apurado. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Santo Antônio da Platina - PR
Atualizado às 10h19
26°
Muitas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 19°
27°

Sensação

3.5 km/h

Vento

61.4%

Umidade

Fonte: Climatempo
Foto Valdir
TOCA LANCHES
Ademir Imóveis 300x600
Cinema Caffe 300x600
Rodoviário Afonso 300x250
CINEMA CAFFE 300x250
Lettech 300x250
RM AR CONDICIONADO
KANOA TROPICAL HOTEL
WhatsApp Tá no Site
Blogs e colunas
PIPELINE PISCINAS
SICOOB
CDS 300x250
Foto Valdir
Últimas notícias
SCHMIDT MOTOS 300x250
LUIZINHO AR CONDICIONADO 300X250
Mais lidas
NEFERSON 300x250 NOTÍCIAS
Supermercado Real 300x250 nas notícias
Óptica Visão
AUTOAR REVISORA 300x250
CENTRO AUTOMOTIVO BEIRA RIO 300x250 INTERNA