Terça, 22 de Setembro de 2020
43 99124-9171
Geral INUSITADO

Durante julgamento, vítima beija réu que tentou matá-la com 5 tiros

A mulher pediu que o namorado fosse perdoado pela tentativa de feminicídio

30/01/2020 08h50
Por: Redação Fonte: Banda B com SBT
Vítima beija réu que tentou matá-la com 5 tiros Foto: Folha do Mate/ Alvaro Pegoraro
Vítima beija réu que tentou matá-la com 5 tiros Foto: Folha do Mate/ Alvaro Pegoraro

Uma vítima de tentativa de feminicídio e o réu se beijaram durante um julgamento em Venâncio Aires, cidade localizada a 130 km de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A mulher ainda pediu que o namorado fosse perdoado pelos jurados. O fato aconteceu nesta terça-feira (28).

Micheli Schlosser, de 25 anos, foi atingida por cinco tiros após uma discussão com o namorado, Lisandro Rafael Posselt, 28 anos, que cometeu o crime. Um dos disparos acertou a cabeça da vítima. Na época, a mulher afirmou que o namorado tinha um ciúme doentio.

O promotor, Pedro Rui da Fontoura Porto, afirmou que esse gesto pode ter influenciado o julgamento até mesmo de outros casos. “Se ela queria perdoá-lo, que perdoasse no seu coração, mas não precisava se expor em público”, disse. “Não é só essa vítima. Tem outras vítimas aqui ao redor que esse gesto dela poderá colocar em risco”.

Segundo Micheli, a reação foi um ato de amor. “O beijo fui eu que quis, ninguém me obrigou a nada. Porque quando duas pessoas se amam, não tem ninguém que separa”.

A vítima ainda declarou que tudo aconteceu porque provocou o réu. “Ele nunca tinha me agredido, sempre foi muito bom para mim e já pagou pelo erro dele”, alegou.

Especialistas em psicologia explicam que a cultura machista da sociedade pode, em alguns casos, forçar a inversão dos papéis e fazer com que as mulheres se sintam culpadas pela violência.

“É fundamental a solidariedade, a coesão social, os vínculos que essa mulher tem. Quer dizer, em briga de marido e mulher se mete a colher, sim. Então, a vizinhança, os familiares vão resolver os vínculos que essa mulher, por vezes, perde por conta de relacionamentos abusivos”, argumentou a psicóloga Aline Kerber.

De acordo com o site Folha do Mate, o réu cumpre prisão na Penitenciária Estadual de Venâncio Aires, Lisandro foi condenado a sete anos em regime semi aberto por porte ilegal de arma e tentativa de homicídio. A pena foi abrandada pela emoção do momento. O Ministério Público vai recorrer.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Santo Antônio da Platina - PR
Atualizado às 00h40 - Fonte: Climatempo
15°
Muitas nuvens

Mín. 13° Máx. 25°

15° Sensação
24.7 km/h Vento
79% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Quinta (24/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens