Supermercado Real POP UP 2
Lettech 970x90
LUIZINHO AR CONDICIONADO 970X90
S.A.PLATINA

População culpa prefeitura por aumento nos casos de dengue

Moradores prometem levar caso à Polícia Civil e ao Ministério Público se medidas emergenciais não forem anunciadas

19/02/2020 18h25
Por: Redação
Fonte: Luiz Guilherme Bannwart
Moradores fotografaram pilhas de lixo espalhadas por toda a cidade - Divulgação
Moradores fotografaram pilhas de lixo espalhadas por toda a cidade - Divulgação

Moradores de Santo Antônio da Platina culpam a prefeitura pelo aumento desenfreado nos casos de dengue no município. Segundo os denunciantes, o recolhimento de galhos e entulho e a fiscalização para notificar e multar proprietário de imóveis em situação irregular são precários e nenhuma medida emergencial foi anunciada até o momento pelo Executivo para resolver os problemas.

Nos últimos dias a Tribuna do Vale e o Tá no Site receberam dezenas de imagens que retratam a realidade em toda a cidade. São amontoados de lixo e entulho à espera de recolhimento que, segundo os moradores, diante da situação crítica que vive o município, sob o risco iminente de uma epidemia de dengue, merecia atenção especial por parte do poder público.

“A prefeitura diz que os moradores devem respeitar o cronograma de recolhimento de galhos e entulho, mas diante do cenário atual da dengue na cidade o trabalho deveria ser diário, pois a própria prefeitura cobra para que façamos a nossa parte. É muita incoerência!”, observa o auxiliar de serviços gerais Marcos de Oliveira Amaro.

Na semana passada moradores denunciaram a falta de manutenção em um imóvel na área central da cidade, que concentra entulhos e objetos que servem como criadouros para a reprodução do mosquito transmissor da dengue. O proprietário foi notificado pela prefeitura, mas uma semana depois o local continua do mesmo jeito, ou talvez pior, pois com a chuva dos últimos dias e o calor intenso registrado no município a situação se agrava ainda mais.

Outro caso semelhante ocorre na rua 24 de Maio. O volume de objetos que servem como criadouro do Aedes aegypti preocupa moradores vizinhos. Um deles, que pediu anonimato, disse que já havia comunicado o problema à prefeitura e que nesta quarta-feira (19) iria formalizar a denúncia por meio do telefone 156, conforme orientado, mas prometendo levar o caso à Polícia Civil e ao Ministério Público Estadual (MPPR) caso nada seja feito. “Não vejo iniciativa por parte do Setor de Fiscalização do município, ninguém é multado nesta cidade por fazer coisa errada. Trata-se de um problema sério de saúde pública, mas os responsáveis parecem não estar nem um pouco preocupados. De que adianta fazer mutirões?”, questiona.

Outro lado

Procurado pela reportagem, o secretário municipal de Obras Everton José Panigada reconheceu a gravidade do problema, porém, disse que a responsabilidade pelas sanções aos infratores é do Setor de Fiscalização da prefeitura, assim como as ações estratégicas devem partir da Secretaria Municipal de Planejamento. “A secretaria de Obras tem feito o possível para atender as demandas a respeito da dengue. Contudo, devo me reunir ainda hoje (ontem) com o prefeito para discutirmos o problema, e a partir de manhã faremos uma força-tarefa para recolher o lixo na cidade”.

Em contato com o Departamento Municipal de Fiscalização, a reportagem foi informada que o responsável pelo Setor, Janderson Antônio Figueiredo, ou o secretário municipal de Planejamento Airton Sérgio Diniz retornaria para os esclarecimentos necessários, o que não ocorreu até o momento.

No fim da tarde, entretanto, a reportagem teve acesso a um documento assinado nesta quinta-feira (19) pelo diretor municipal de Fiscalização, Obras e Posturas, Janderson Antônio Figueiredo e pela diretora municipal de Vigilância em Saúde, Tatiane Nespóli de Andrade Cabrera, que estabelece prazo de 15 dias a proprietários para a manutenção de terrenos em situação irregular. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Santo Antônio da Platina - PR
Atualizado às 20h39
20°
Tempo aberto Máxima: 28° - Mínima: 12°
20°

Sensação

4.5 km/h

Vento

53.5%

Umidade

Fonte: Climatempo
Cinema Caffe 300x600
Foto Valdir
TOCA LANCHES
Ademir Imóveis 300x600
WhatsApp Tá no Site Notícias
CINEMA CAFFE 300x250
Lettech 300x250
Rodoviário Afonso 300x250
RM AR CONDICIONADO
Blogs e colunas
WhatsApp Tá no Site
SICOOB
KANOA TROPICAL HOTEL
Foto Valdir
PIPELINE PISCINAS
CDS 300x250
Últimas notícias
SCHMIDT MOTOS 300x250
LUIZINHO AR CONDICIONADO 300X250
Mais lidas
Supermercado Real 300x250 nas notícias
NEFERSON 300x250 NOTÍCIAS
Óptica Visão
CENTRO AUTOMOTIVO BEIRA RIO 300x250 INTERNA
AUTOAR REVISORA 300x250