14°C 19°C
Santo Antônio da Platina, PR
Publicidade

Autor explica o significado da expressão E=mc²

André Moravec, autor do livro Logmos - Concepção Lógica de uma Estrutura Física, se debruçou intensamente sobre o mundo da física teórica nos últim...

28/10/2022 às 16h55
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Logmos
Logmos

Uma das equações mais conhecidas que existem é a E=mc², criada pelo cientista alemão Albert Einstein em sua Teoria da Relatividade, no início do século XX. Mas qual o seu significado nos termos da física moderna?

Continua após a publicidade

Esta equação determina a relação da transformação da massa de um objeto em energia e vice-versa. "E" é a energia, "m" a massa e "c" é a velocidade da luz elevada ao quadrado.

Sobre isso, André Moravec, autor do livro Logmos - Concepção Lógica de uma Estrutura Física, diz que poucas pessoas querem saber o seu real significado. 

“Houve quem pensasse que se tratava de uma energia misteriosa surgindo da matéria e que ela originou a bomba atômica”, afirma. “A fórmula da física mecânica E=mv², é a fórmula que nos fornece a energia necessária para que um corpo, de massa m, em repouso atinja a velocidade v. Assim, especificando m=1 kg e v=1 m/s, o resultado é de E=1 kg.m²/s²=1 J, sendo J o símbolo de joule, que é a unidade internacional (UI) de energia no sistema MKS (metro, quilograma, segundo)”, explica André. 

Continua após a publicidade

Então, E=mc² é uma aplicação parcial da fórmula E=mv², onde a velocidade já foi dada v = c, sendo que o símbolo c representa a velocidade luz, logo, c=3×108 m/s. “Assim, a expressão E=mc² fornece a energia necessária para que um corpo de massa m atinja, do repouso à velocidade da luz. Usando o sistema MKS, o resultado será em joules e a velocidade c será atingida em um segundo. Exemplificando: para um grão de areia de massa igual a um picograma (pg=1×10-15 Kg), temos E=1×10-15 kg × 9×1016 m²/s²=90 J. Esse é um resultado relativamente grande, mas para uma molécula de água de m=3×10-26 kg o resultado seria de 27×10-10 kgm²/s²=2,7 nJ (nano joules)”, continua o estudioso. 

O autor conclui que, afinal, não há mistério, e que a energia necessária para levar um objeto a velocidade da luz é diretamente proporcional à massa do objeto, ou seja, quanto maior a massa, maior será a energia. 

“Ou seja, se a fórmula da energia de um corpo se movimentando, a velocidade v é E=mv²/2, a energia de um grão de areia de 1 pg na velocidade da luz é igual a 45 J”, finaliza. 

Continua após a publicidade


* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Santo Antônio da Platina, PR
14°
Tempo nublado

Mín. 14° Máx. 19°

14° Sensação
4.55km/h Vento
85% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h01 Nascer do sol
05h50 Pôr do sol
Dom 23° 13°
Seg 24° 14°
Ter 24° 16°
Qua 27° 13°
Qui 28° 15°
Atualizado às 04h05
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 334,759,63 +0,99%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade