Sexta, 18 de Setembro de 2020
43 99124-9171
Geral ARTIGO

O histórico casarão platinense

Achei que seria o dia ideal para registros fotográficos do “Casarão do José Araújo”

01/06/2020 09h56 Atualizada há 4 meses
Por: Redação Fonte: João Neto
João Neto
João Neto

 

Por João Neto 

Nem pensem que acordei agora, saí hoje cedinho, aproveitando esse dia de lindíssimo azul, apesar de frio.

Achei que seria o dia ideal para registros fotográficos do “Casarão do José Araújo”, queria registrar o sol da manhã iluminando o sobrado, refletindo a beleza de sua arquitetura única, seus arcos e pilastras, sua suntuosidade e suas plantas colossais. Queria registrar o barulho das águas que descem da serra desde o tempo que este caminho era uma estrada boiadeira, uma estrada exclusiva que termina no alto do morro, bem pertinho do céu.

Construído em 1965, o local foi batizado informalmente pelo povo platinense como “Casarão do José Araújo”, clara referência ao então dono da propriedade.

Seguramente este casarão carrega o maior número de histórias, lendas e mistérios de toda nossa cidade.

Sim, evidente que fiz meus registros fotográficos, antes, porém, pra minha alegria, pude observar que o casarão está bem cuidado, em reformas desde a piscina, sem aquela cara de “terra arrasada” de meses atrás.

Fui recepcionado por quatro cães sinceros que pareciam me conhecer de outros tempos, além dos canários-da-terra, amarelinhos feito gotas de ouro, que faziam algazarra entre os coqueiros e a fiação de luz da propriedade.

Logo depois apareceu o Luiz, velho conhecido e caseiro do lugar, com quem troquei longa conversa. Ele sugeriu que eu falasse com o atual proprietário, Rogério Araújo, que hoje administra o bem deixado pelo avô.

Rogério me convidou para entrar e sentar. Perguntei sobre os mistérios e lendas do casarão e ele me disse que também já ouviu falar, porém, de verdade mesmo apenas a história da cobra. Ele conta que quando seu avô trouxe um exemplar de sucuri, de Mato Grosso, para soltar na represa que fica ao lado do casarão, onde ele mantinha um mini zoológico, a cobra escapou e desapareceu nas águas do Rio das Cinzas, que passa aos fundos da propriedade.

Falei pro Rogério sobre minha fascinação pelo casarão e todo o cenário de montanhas que o cercam, além da capela que seu pai construiu no alto da serra. Disse que os platinenses nutrem verdadeira paixão pelo lugar, aliás, ponderei que o casarão é dele, porém, um verdadeiro xodó do povo platinense.

Evidência da importância do casarão é a procura do lugar para filmagens e ensaios fotográficos para casamentos, entre outros eventos sociais.

Eu, particularmente, sempre acreditei que o local tem enorme vocação para o ecoturismo.

A grande notícia é que Rogério Araújo está revitalizando o casarão, vai transformá-lo em Hotel Fazenda, para turismo rural e centro de convenções e lazer. Tal projeto já foi iniciado e brevemente teremos uma grande opção de lazer familiar, mais legal ainda é a preocupação do Rogério em se fazer tudo de forma sustentável, preservando a natureza, sua fauna, flora e seus mananciais. Eu, ambientalista que sou, sinceramente estou em estado de graça.

Dessas notícias que fazem a gente transbordar de alegria!

Quando o empreendimento estiver concluído já aceitei convite do Rogério Araújo para fazer nova matéria, mostraremos o casarão, seu interior e suas atrações!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Santo Antônio da Platina - PR
Atualizado às 22h26 - Fonte: Climatempo
24°
Muitas nuvens

Mín. 18° Máx. 34°

24° Sensação
11.6 km/h Vento
41% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (19/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (20/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens