LUIZINHO AR CONDICIONADO 970X90
Lettech 970x90
TECNOLOGIA

Celular é usado no combate ao mosquito da dengue por estudantes no Paraná

Os estudantes têm usado um aplicativo de celular para fazer o georreferenciamento de focos de mosquitos da dengue

21/08/2019 11h35
Por: Redação
Fonte: Da Agência Estadual

Estudantes do Curso Técnico em Informática integrado ao Ensino Médio do Colégio Estadual Malvino de Oliveira, em Porecatu, no norte do Paraná, têm usado o celular como aliado no combate aos criadouros do mosquito da dengue Aedes aegypti.

Desde o início do ano, cerca de 25 estudantes, orientados pelo professor de Informática Carlos Eduardo Ortega, vêm mapeando, por meio de um aplicativo gratuito já existente, focos de criação do inseto. Segundo o docente, a ideia foi unir a tecnologia ao trabalho de conscientização e combate ao mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya.

Aplicativo ajuda na georreferenciamento de focos de mosquitos da dengue

Com o aplicativo instalado nos celulares, os estudantes passaram a fazer o georreferenciamento de focos de Aedes aegypti encontrados. Além disso, produziram armadilhas caseiras, lançando mão de itens como lixas, fita isolante, garrafa pet e microtule.

 

“Eu fiz o contato com os alunos e eles gostaram da ideia de utilizar o aplicativo e criar as armadilhas. Então, começamos a fazer esse trabalho de conscientização””, conta Ortega.

Com os focos de criação do mosquito registrados, os alunos criaram cerca de 40 armadilhas que foram distribuídas pela cidade e mapearam os locais dos criadouros para fazer o acompanhamento.

Iniciativa ampliada 

A equipe vem participando de feiras para divulgar o trabalho. O próximo passo é ampliar o projeto para as escolas municipais da região. Também deve ser firmada uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, a fim de refinar as estatísticas municipais sobre o Aedes aegypti.

O estudante Lucas Tenan, do último ano do Curso Técnico em Informática, é um dos participantes. Ele, que já teve dengue, sabe da importância da prevenção e abraçou a ideia logo no início. Tenan espalhou três armadilhas no quintal de casa. Além de ajudar no cuidado com a saúde, o estudante diz que a proposta expande o processo de aprendizagem dos alunos.

 

“Eu achei a iniciativa muito boa, principalmente porque ajuda a conscientizar as pessoas da cidade. Tem sido um trabalho bem diferenciado, já que o aluno aprende coisas para a vida inteira. Deu tão certo que eu indiquei para vários conhecidos”, avalia o jovem de 18 anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Santo Antônio da Platina - PR
Atualizado às 00h10
22°
Pancada de chuva Máxima: 35° - Mínima: 18°
22°

Sensação

25.3 km/h

Vento

63.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Foto Valdir
Ademir Imóveis 300x600
Cinema Caffe 300x600
Lettech 300x250
CINEMA CAFFE 300x250
RM AR CONDICIONADO
Rodoviário Afonso 300x250
Blogs e colunas
PIPELINE PISCINAS
CDS 300x250
Foto Valdir
SICOOB
Últimas notícias
LUIZINHO AR CONDICIONADO 300X250
SCHMIDT MOTOS 300x250
Mais lidas
Supermercado Real 300x250 nas notícias
NEFERSON 300x250 NOTÍCIAS
Óptica Visão
AUTOAR REVISORA 300x250
CENTRO AUTOMOTIVO BEIRA RIO 300x250 INTERNA