Supermercado Real POP UP 2
LUIZINHO AR CONDICIONADO 970X90
Lettech 970x90
BRASIL

Após polêmica, time de MT desiste de contratar goleiro Bruno

No início desta semana, Bruno obteve a liberação da Justiça de Minas Gerais para se mudar para Mato Grosso e trabalhar no clube. No entanto, após manifestações contrárias, a contratação foi suspensa.

22/01/2020 16h21
Por: Redação
Fonte: Por Kessillen Lopes e Flávia Borges, G1 MT
Goleiro Bruno Fernandes — Foto: Reprodução/EPTV/Claudemir Camilo
Goleiro Bruno Fernandes — Foto: Reprodução/EPTV/Claudemir Camilo

O Clube Esportivo Operário Várzea-grandense desistiu da contratação do goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza. A decisão do clube aconteceu na tarde desta quarta-feira (22). A contratação de Bruno para o time várzea-grandense tem gerado polêmica desde o ano passado, quando a proposta foi realizada pelo time

No início desta semana, Bruno obteve a liberação da Justiça de Minas Gerais para se mudar para Mato Grosso e trabalhar no Clube Operário, time com sede em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

A decisão foi proferida pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da Vara de Execução em Meio Aberto e Medidas Alternativas da Comarca de Varginha (MG).

 

Na noite dessa terça-feira (21), enquanto o time se preparava para entrar em campo pelo campeonato mato-grossense, um grupo de mulheres com faixas, cartazes e gritos de guerra protestaram contra a contratação.

Entidades como o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso (CEDM/MT) também se manifestou contra e divulgou nota de repúdio.

Já na manhã desta quarta-feira o clube afirmou, em nota, que estava revendo o possível contrato. Já pela tarde, após reuniões da diretoria, foi anunciado a suspensão da contratação.

"Viemos comunicar que o Clube Esportivo Operário Várzea-grandense não contratará o atleta Bruno Fernandes das Dores de Souza", disse o comunicado oficial.

 

 

Crimes

 

O goleiro foi condenado pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Ele também havia sido condenado por ocultação de cadáver, mas esta pena foi extinta, porque a Justiça entendeu que o crime prescreveu. As penas somadas chegaram a 20 anos e 9 meses de prisão.

Em 2017, o goleiro chegou a ser solto por uma liminar do Superior Tribunal Federal (STF) e voltou a jogar futebol, atuando no Módulo 2 do Campeonato Mineiro pelo Boa Esporte, mas depois teve a medida revogada e um pedido de habeas corpus negado. Em 27 de abril de 2017, Bruno se apresentou à polícia em Varginha, onde foi preso e levado para o presídio da cidade.

 

Em junho de 2018, ele passou a trabalhar na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) da cidade, após decisão da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais. Desde então, cumpria pena e trabalhava na unidade, mas teve o direito cassado quando a denúncia veio a público e voltou a ficar somente no presídio.

Bruno cumpriu seis anos e seis meses de prisão em regime fechado. Já em 2017 passou para o regime semiaberto.

Santo Antônio da Platina - PR
Atualizado às 21h48
23°
Muitas nuvens Máxima: 29° - Mínima: 21°
23°

Sensação

22.4 km/h

Vento

72.4%

Umidade

Fonte: Climatempo
TOCA LANCHES
Ademir Imóveis 300x600
Foto Valdir
Cinema Caffe 300x600
Lettech 300x250
RM AR CONDICIONADO
CINEMA CAFFE 300x250
WhatsApp Tá no Site Notícias
Rodoviário Afonso 300x250
WhatsApp Tá no Site
Foto Valdir
KANOA TROPICAL HOTEL
CDS 300x250
SICOOB
PIPELINE PISCINAS
Últimas notícias
LUIZINHO AR CONDICIONADO 300X250
SCHMIDT MOTOS 300x250
Mais lidas
Óptica Visão
Supermercado Real 300x250 nas notícias
NEFERSON 300x250 NOTÍCIAS
CENTRO AUTOMOTIVO BEIRA RIO 300x250 INTERNA
AUTOAR REVISORA 300x250